quarta-feira, 16 de julho de 2008

Trabalhadores dos Correios Fazem Governo Lula e ECT Iniciarem Negociações


A greve dos ecetistas colhe a primeira vitória depois de 16 dias de para-lisação. Por volta do meio dia de ontem (16), a empresa convidou a direção colegiada da Federação para uma negociação. Querendo bancar a esperta, afirmou que a proposta do Tribunal Superior do Trabalho (TST) era boa para a categoria e disseram, ainda, para os grevistas voltarem a trabalhar, pois teriam, “apenas”, metade dos dias descontados! Os ecetistas disseram NÃO e a ECT teve que recuar. Nos primeiros dias parados, o capacho de Lula na ECT, Carlos Henrique Custódio, desdenhou os grevistas e não sentou para escutá-los. Afirmava que, da parte dele, não havia negociação. Os paredistas não abaixaram a cabeça e mantiveram o movimento fortalecido nacionalmente, com uma grande adesão da categoria. A primeira reunião com a ECT foi mediada pelo TST que fez uma proposta parcial que defendia os interesses do patrão: direção da ECT e o Governo Federal. Com a força da greve, os ecetistas conseguiram fazer os Correios cederem e iniciarem uma verdadeira negociação. A proposta de Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos Trabalhadores está na mão da ECT para ser analisada. A empresa ficou de re-convocar os representantes da categoria para reiniciar as negociações durante a tarde de ontem (16), mas até as 22h continuava a negociação entre a FENTECT e a ECT. Sua mudança de postura mostra que, através das lutas e da unificação de todos, a vitória é conquistada! Para discutirem os novos rumos da greve, foi aprovado na Assembléia de ontem, realizada no Centro de Cartas e Encomendas (CCE), antigo COR, que a próxima assembléia dos trabalhadores pernambucanos será hoje (17). O encontro será às 10h30, no Edifício Sede, na Av. Guararapes. Participem! JURÍDICO – Hoje (17), o jurídico do SINTECT-PE entrará com uma ação judicial contra as políticas anti-sindicais da empresa. A ECT, além de ameaçar os grevistas nas assembléias e com telefonemas, retirou os tickets de alguns trabalhadores. Se depender do Sindicato, isso não ficará impune.

Um comentário:

Jean disse...

Parabéns pela criação do Blog.

Mas essa notícia não era para estar na Quinta-Feira (17/07/2008) e não na de Quarta-Feira (16/07/2008).
Pelo menos é isso que o texto dar para entender.