segunda-feira, 7 de julho de 2008

Nova Audiência de Conciliação Agendada para dia 15 de Julho

Na manhã de ontem (07), houve uma audiência de “conciliação” entre a empresa e os ecetistas. Para mediar as polêmicas, estava o Tribunal Superior do Trabalho (TST), que, durante a reunião, mostrou sua parcialidade. Prometeu que garantiria as negociações apenas com uma condição: os ecetistas deveriam suspender a paralisação. Como os trabalhadores não engoliram a arrogância e a intransigência do Ministro das Telecomunicações Hélio Costa e do Presidente da ECT Custódio, outra audiência com o mesmo caráter foi marcada. Ela ocorrerá na próxima terça-feira (15), às 9h, na sede do TST, em Brasília.
A Federação (FENTECT) propôs, então, as seguintes contra-propostas para acabar com a greve: nenhum desconto nos dias parados; nenhuma punição ao grevistas; pagamento do adicional de risco de 30%; suspensão da implementação do PCCS com retomada das negociações e revisão da PLR de 2007. Como não foram aceitas, até o momento, a orientação do Colegiado da Federação é permanecer em greve, por tempo indeterminado.
Vamos para cima do governo! O Presidente Lula, em encontro rápido com funcionários do Paraná, afirmou que “não sabia da greve” e que “iria tomar providências”, mas, até agora, isso não aconteceu. Lula prometeu e não cumpriu. Lula, se você tem palavra, prove e garanta todos os nossos direitos conquistados no último período. Tome partido e fique do lado da categoria. JURÍDICO – A assessoria jurídica da FENTECT entrou com ação na justiça com pedido de liminar para suspensão do PCCS e com a ação da PLR/2007.

3 comentários:

Lucy popstar disse...

Não podemos recuar, a ECT tendo na sua presidência o sr. Carlos Henrique, busca uma política de exclusão da classe ecetista. As políticas admonistrativas dos Correios não reconhecem o seu maior patrimônio: O TRABALHADOR.
Estamos no movimento paredista por não aguentarmos mais a falta de respeito da ECT para conosco. A maior empresa do mundo, lamentavelmente, decepciona seus empregados e ela mesmo é a principal responsável pela GREVE.
Nós trabalhadores reivindicamos:
1. Cumprimento do Acordo assinado em 11/2007;
2. Não ao PCCS da ECT;
3. Revisão e pagamento da nossa PLR/2007;
4. Fora Carlos Henrique Custódio!.

Revolucionario disse...

Camaradas e Companheiros, Nenhuma confiança no TST, pois, o mesmo já demostrou de que lado estar que é do lado do Governo Lula e da ECT. Toda confiança e Fé nos Trabalhadores! Através de nossa Mobilização e Disposição de Luta iremos sair Vitoriosos de mais essa Luta, Manter a Greve Forte até a Vitória!
Edson Siqueira Cavalcanti Junior

Edson Siqueira disse...

Camaradas e Companheiros, mais uma vez esse Governo Mostra que não é o Governo dos Trabalhadores, e que aplica com todas as letras a polítca neoliberal a mando do fmi. O presidente da ECT o Senhor Carlos Henrique Custódio e o Ministro das Comunicações o senhor Helio Costas bonecos de recado do Governo Lula tentam impor de guela abaixo um pccs malefico para os trabalhadores dos correios, que visa unicamente a privatização da ect, mais por outro lado, os trabalhadores dos Correios em Nivel nacional demostram a força que tem resistindo bravamente aos ataques desses moleques de recado do fmi. Viva a Mobilização e Luta dos Trabalhadores dos Correios que completam 12 dias de greve,12 dias de luta e resistencia, categoria que luta e com certeza irá sair vitoriosa! Vamos para cima do Governo, vamos derrota-lo e iremos impor a vitoria dos trabalhadores dos correios!
Lula Traidor cumpra o acordo firmado com os trabalhadores!
Fora Carlos Henrique Custodio fascista!
Não ao PCCS da ECT!
SIM ao PCCS dos Trabalhadores!
Adicional de risco (30% sobre os salarios) sem metas!
Revisão e Pagamento da PLR de 2007 Já!
Por um correio publico e de qualidade Sobre o controle dos Trabalhadores!
Piso Salarial de R$ 1.190,00!
Manter a Greve até nossa vitoria!
Salve a Luta dos Trabalhadores dos Correios!